22.12.10

Cruzeiro vence Palmeiras e é bicampeão do Brasileiro Sub-20

O Cruzeiro superou o Palmeiras, nesta terça-feira, com um triunfo nos pênaltis e se sagrou bicampeão do Campeonato Brasileiro Sub-20. Depois de um 0 a 0 no tempo normal, o Cruzeiro levou a melhor nas penalidades máximas com um placar de 4 a 2. Essa foi a primeira vez, que o título da competição foi decidido nos pênaltis. Thiaguinho, atacante do Cruzeiro, foi eleito o melhor jogador da competição e marcou o gol do título, convertendo a última cobrança.


A partida foi realizada no complexo da Ulbra, na cidade de Canoas, Rio Grande do Sul. O Cruzeiro já havia conquistado o título da competição em 2007, quando bateu o Internacional, por 1 a 0 e garantiu a taça.


O time da Toca da Raposa chegou a decisão de forma invicta, foram quatro vitórias e dois empates, um aproveitamento de 77,77%. O Cruzeiro terminou o campeonato, com o ataque mais positivo do certame, com 17 gols e uma defesa que foi vazada apenas cinco vezes.


O jogo


O Palmeiras começou melhor o jogo, e nos primeiros minutos conseguiu impedir as jogadas ofensivas do Cruzeiro, mas no contra-ataque os paulistas não levavam muito perigo. O time mineiro conseguiu equilibrar o jogo, e passou a dominar as ações a partir dos 20min da etapa inicial.


A partida durante todo primeiro tempo foi muito estudada pelas duas equipes, o que acabou se refletindo nas chances de gol, que foram escassas. Para se ter uma ideia, o primeiro lance de real perigo só veio aos 25min, com Sebá furando dentro da área, e perdendo uma excelente chance de abrir o placar para o Cruzeiro.


Aos 26min, nova chance para o time mineiro, e mais uma vez Sebá desperdiçou a oportunidade. O Palmeiras deu o troco aos 31min, com Gilson, que em um chute de fora da área tentou surpreender o goleiro Douglas Pires. Aos 34min, o time do Parque Antártica chegou mais uma vez com Caio, que de cabeça tentou marcar.



No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor tentando o gol, e em uma jogada pela direita, Sebá sofreu falta e o zagueiro João Vitor do Palmeiras, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso do jogo. Com superioridade numérica os mineiros foram para cima e depois de cruzamento de Sebá, pela direita, Elber chegou atrasado e não conseguiu marcar.



Aos 16min, Rafael Araújo cobrou falta colocada, mas a bola passou por cima da meta do goleiro palmeirense. O time celeste continuou dominando o jogo em toda etapa complementar, mas não conseguiu levar perigo real a meta do Palmeiras.



Após a expulsão de João Vitor, a equipe paulista recuou e deixou somente o atacante Caio na frente, que mesmo isolado, aos 22 min, arriscou um bom chute de fora da área. O troco do Cruzeiro não demorou, e aos 24min, depois de jogada pela direita de Thiaguinho, Warley, que tinha acabado de entrar, perdeu boa chance de abrir o placar.


Aos 36min, depois de cobrança de falta ensaiada, o goleiro do Palmeiras, fez boa defesa e mandou para escanteio. O time paulista abusou das falta, e foi castigado com a expulsão de José Igor. Com dois homens a menos, os palmeirenses se restringiram a defender e a esperar o apito final, para levar a decisão para os pênaltis.


Mais tranquilos, os mineiros marcaram quatro das suas cinco cobranças, enquanto os paulistas fizeram apenas duas nas quatro oportunidades que tiveram, dando o título para o Cruzeiro.




Acessado dia 23/12/2010


Um comentário:

João Victor Araripe disse...

MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - SIGA MEU BLOG E MEU TWITTER, que eu sigo o seu de volta !twitter @breakpointbr, caso queira seguir. Se puder me LISTE :-)

Obrigado !